Testemunho de uma insônia qualquer

Quando fui no inferno
tinha pastor contando grana
de fundo a santa ceia
e um padre estuprando criança
eu nunca fui santo
pra precisar de fé
e se eu to onde é que eu to
é porque vim com meus pés
mesmo amputado
subindo ladeiras
com um peso nas costas
eu tirei isso aqui de letra
eu sou de carne e osso
e as vezes duvido disso
não acumulo amores
nem acumulo vícios
e o hit que eu mais ouço
é a voz da minha angústia
que é parceira da insônia
e me visitam na madruga
hoje acordei cedo
como de costume
com um nó na consciência
querendo que eu fume
não sirvo pra essa city
eu tenho objetivos
eu vou ganhar o mundo
minha mina quer que eu fique
vocês querem dinheiro
e eu mirando a solidão
meus escritos atemporal
no presente são em vão

_______BAPTISTA, Izaac

20046363_1862054757448805_7252173467849310016_n.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s